Aprenda dicas infalíveis que vão te ajudar a criar o seu cachorro em um apartamento

Morar em um imóvel pequeno não precisa ser uma objeção se você deseja ter um patudo. Aprenda como criar o seu cachorro em um apartamento

Não é segredo para ninguém que muita gente, principalmente nas grandes cidades, está optando por morar em apartamentos. Dessa forma, infelizmente, algumas pessoas acabam deixando de ter um cão em seu lar. Entretanto, com os cuidados necessários, você conseguirá criar o seu cachorro em um apartamento sem maiores problemas.

Entretanto, antes de mais nada, você tem que realizar uma pesquisa para evitar transtornos no futuro. Leia, com atenção, o regulamento interno de seu prédio. Muitos edifícios possuem regras específicas em relação à presença de animais domésticos. Antes de decidir levar um patudo para o seu apartamento, veja o que você pode e o que não pode fazer.

Após esse passo, você precisa definir que cachorro irá se adequar ao tipo de imóvel que você possui. Com o tamanho de seu apartamento em mente, escolha a melhor raça compatível para o espaço que o animal terá à disposição. Se você mora em um imóvel de 50 metros quadrados, não é recomendável ter patudos de grande porte. Se você optar por um vira-lata, certifique-se do tamanho que o cachorro alcançará quando for adulto.

Baixe agora o novo e-book “8 Maneiras de Ajudar Cães Abandonados”

Se você deseja criar o seu cachorro em um apartamento da melhor forma possível, não o deixe restrito a lugares pequenos, como varandas e áreas de serviço. O cachorro deve ficar solto pelo apartamento, com espaço para brincar. É fundamental ter atenção com a segurança do seu pet. Certifique-se de que todas as janelas e a sacada tenham tela de proteção adequada. O seu patudo necessita dos mesmos cuidados que você daria a uma criança.

É importante também você treinar bem o seu cachorro para ele aprender a viver com tantos vizinhos ao redor. Ao criar o seu cachorro em um apartamento, você precisa ensiná-lo a conviver com outras pessoas e animais presentes no prédio, além de evitar latidos excessivos.

Por fim, por não ter um quintal à disposição, você deve estipular os lugares certos para o seu patudo realizar as necessidades dele. No blog, temos um post sobre como ensinar o seu cachorro a fazer as suas necessidades em espaços pré-determinados. Além disso, você tem que levar o seu cão para passear todos os dias. Não apenas por conta da ‘ida ao banheiro’, mas também pela necessidade do animal de se exercitar. Procure uma praça ou um parque próximo de seu edifício e fique meia hora por dia lá com seu amigo de quatro patas. O que são 30 minutos diariamente para deixar o seu patudo mais feliz?

Comente com Facebook